Lionsgate encomenda remake de Psicopata Americano, com Christian Bale

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Filme lançado em 2000, estrelado por Christian Bale, vai ganhar um remake roteirizado por Noble Jones

Quantos anos são necessários para que um filme possa ser refeito? Deveria haver uma data limite para um filme ter um remake? Enquanto não há nenhuma regulamentação para esse tipo de projeto, a Lionsgate aproveita para encomendar um remake de Psicopata Americano, filme estrelado por Christian Bale, em 2000.

A idéia pode parecer um pouco absurda para muita gente, mas o estúdio já contratou até um roteirista para o filme: Noble Jones, sem muita experiência no cinema em praticamente nenhuma área, vai escrever o roteiro do remake do longa que apresentou Christian Bale para o grande público, apenas onze anos atrás.

Psicopata Americano foi baseado em um romance homônimo escrito por Brett Easton-Ellis, e trás Christian Bale no papel de Patrick Bateman, um executivo em ascenção durante o dia e um brutal serial killer durante a noite. Seus impulsos assassinos são abastecidos por um zeloso materialismo e uma inveja torturante quando ele encontra alguém que possui mais do que ele. Após um colega dar-lhe um cartão de visitas melhor que o seu em tinta e papel, a sede de sangue de Bateman surge e ele aumenta ainda mais suas atividades homicidas, tornando-se um perigoso e violento psicopata.

O longa é muito violento e pesado, fugindo totalmente do esteriótipo comercial. Sendo assim, fica difícil imaginar uma razão para o remake do filme, já que é provável que ele não vá agradar o grande público nem os fãs do material “original”.

Toda essa situação me lembra o remake de Oldboy. Esse pelo menos tem a intenção de “apresentar” o filme ao ocidente…

Psicopata Americano, de 2000, ainda tinha no elenco Jared Leto, Williem Dafoe, Reese Witherspoon, Bill Sage, Josh Lucas e Justin Theroux.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários