Liam Gallagher quer Jhonny Depp na sua cinebiografia dos Beatles

  Leandro de Barros  |    terça-feira, 24 de maio de 2011

Vocalista da banda Beady Eye quer fazer um filme baseado no livro The Longest Cocktail Party, que retrata os últimos dias dos Beatles e explora a relação do Fab Four com a gravadora Apple Corp.

Vamos devagar…

Liam Gallagher, ex-vocalista da finada banda Oasis e atualmente o vocalista da banda Beady Eye, está adaptando um filme baseado no livro de Richard DiLello, The Longest Cocktail Party, que retrata os dias finais dos Beatles e explora bastante a relação do Fab Four com a gravadora Apple Corps.

Ponto.

Não é preciso ter um Doutorado em música pra perceber que o Oasis era gigantemente influenciado pelos Beatles. Não só o Noel se achava o John Lennon, como ele e o Liam gostavam de emular uma vibe Lennon-McCartney. Até aqui, ok. Os Beatles marcaram a história da música, é plenamente justificável uma outra banda ir buscar inspiração nos caras.

Agora, o nobre senhor Gallagher vai fazer um filme da parada. Tranquilo. Não lembro do Liam tendo nenhum tipo de ligação com o cinema antes. Nem sei se ele chegou a assumir a responsabilidade em fazer algum dos clipes do Oasis. Se alguém aí souber de alguma conexão, avise.

O cara não só vai fazer um filme dos Beatles, como ainda quer o Jhonny Depp no papel. Depp, aquele mesmo que originou essa lista aqui, seria Derek Taylor, publicitário dos caras na época.

Então a gente tem o Liam querendo fazer um filme dos Beatles com o Jhonny Depp no meio. Caramba, eu gosto do Liam, fã de Oasis e Beatles e gosto muito do trabalho do Depp. Pra mim, ultrapassado o obstáculo da inexperiência do Liam, tem tudo pra ser um filme de qualidade. Se tratando de um Gallagher, dá pra arriscar o título do filme: “A Segunda Melhor Banda da História”.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários