Johnny Depp deve estar em Alice no País das Maravilhas 2

Leandro de Barros

  segunda-feira, 15 de julho de 2013

Johnny Depp deve estar em Alice no País das Maravilhas 2

Disney e Johnny Depp estão pertos de firmar acordo para que o ator retorne ao papel do Chapeleiro Louco em Alice no País das Maravilhas 2

Johnny Depp AliceO Cavaleiro Solitário, novo filme de Johnny Depp com a Disney, pode dar um prejuízo milionário para o estúdio, mas isso não significa que o astro caiu no conceito da Casa do Mickey.

O Deadline divulga que a Disney está fechando contrato com Johnny Depp para que o ator volte para o papel do Chapeleiro Louco em Alice no País das Maravilhas 2, filme que o estúdio pretende produzir e lançar nos cinemas em breve – e é uma aposta bem grande da Disney, já que o primeiro longa lucrou mais de $1 bilhão de dólares nas bilheterias.

Aliás, esse acordo vem como uma chance dos dois lados se reerguerem em termos de bilheterias. De um lado, temos Johnny Depp, que não consegue um grande sucesso financeiro desde Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas – mesmo que o filme não tenha sido um sucesso de crítica. Seus dois flimes mais recentes, Sombras da Noite e O Cavaleiro Solitário, sofreram/sofrem nas bilheterias, assim como O Diário de um Jornalista Bêbado, que também não foi nada notável.

Enquanto isso, a Disney teve alguns fracassos com os seus filmes próprios (sem contar os filmes feitos por subsidiárias, como a Pixar ou a Marvel Studios), como em John Carter e Oz: Mágico e Poderoso.

Por isso, a sequência de Alice no País das Maravilhas, por enquanto intitulada Into the Looking Glass, pode significar um recomeço para ambas as partes – mesmo com o filme não contando com a direção de Tim Burton, que comandou o primeiro longa. O projeto será liderado por James Bobin, diretor do recente Os Muppets, e o roteiro ficará por conta de Linda Woolverton, que assinou o roteiro do primeiro filme.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários