Jessica Chastain topa fazer um filme de super-herói – mas só se ela for uma heroína

Jessica Chastain, de filmes como Vidas Crusadas, A Hora Mais Escura e Mama, já ficou perto de participar de vários filmes de super-heróis, especialmente os da Marvel Studios. Mas nunca aconteceu.

Em uma entrevista ao The Guardian, a atriz disse que adoraria participar de um filme do gênero, mas suas negociações anteriores nunca deram certo por uma razão simples: ela não quer ser mais uma “namoradinha”, ela quer ser uma heroína.

[quote]Eu amaria fazer um filme de super-heróis. Eu teria amado ser a Viúva Negra. Quase rolou algumas vezes, mas o problema é que se eu fizer um filme de super-herói, eu não quero ser a namorada. Eu não quero ser a filha. Eu quero usar um uniforme legal pra caramba, com uma cicatriz na minha cara e cenas de luta. Isso que eu adoraria[/quote]

Obviamente, Jessica Chastain tem uma visão bem diferente do que o resto da indústria pensa da participação feminina num filme de ação/super-heróis, uma visão que a gente concorda aliás – e, pelos resultados mais recentes de bilheterias em filmes como Lucy, Jogos Vorazes e afins, parece estar mudando pouco a pouco.

Há pouco tempo, falando nisso, Chastain já havia pedido numa entrevista por um filme solo da Viúva Negra:

[quote]Onde está o filme de super-heróis da Scarlett Johansson? Eu não entendo, por que está levando tanto tempo pra sair? Essa mulher já mostrou claramente que as pessoas querem ver seus filmes, ela já mostrou que bota pra quebrar, é uma grande atriz. Under The Skin é um filme incrível e por que nós estamos esperando por uma autorização para um filme de super-herói da Scarlett Johansson? Pra mim, não tem nem o que pensar. Se você quer ganhar dinheiro, coloque a Scarlett Johansson num filme de super-herói[/quote]

Claro que você, engraçadinho, já está dizendo que “A Scarlett Johansson já esteve em filmes de super-heróis antes”, mas a gente esclarece que ela está falando de uma aventura SÓ da Viúva Negra. Como Lucy, um longa de ação protagonizado por Scarlett Johansson –  e que está ganhando muito dinheiro.

Nós já comentamos sobre isso antes (e provavelmente comentaremos de novo), mas o estúdio que levar o primeiro filme de super-heróis estrelado por uma heroína, com certeza ganhará alguns bons pontos ao olhar do público (desculpe Elektra, eu apaguei você da minha memória). A Warner tem um longa da Mulher-Maravilha engatilhado, a Marvel tem a Viúva-Negra e outras boas personagens pra isso, mas a Sony é a única que efetivamente já marcou algo.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...