Jeremy Renner treme de medo em cena divulgada de Missão Impossível: Protocolo Fantasma

  Leandro de Barros  |    segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Um nova cena de Missão Impossível: Protocolo Fantasma é divulgada junto de um novo comercial de TV do filme

Dois novos vídeos de Missão Impossível: Protocolo Fantasma chegaram à internet nesse fim de semana. O primeiro deles (que está lá em cima) é uma cena do filme, divulgada pelo MSN. Na cena, o personagem vivido por Jeremy Renner mostra uma faceta não muito comum nos protagonistas de filmes de ação: a do medo.

Já o seguundo vídeo, é um comercial de TV do filme, patrocinado pela Coca Cola Zero. Tem algumas cenas que não tínhamos visto antes, mas só de relance. Em todo o caso, vale a pena dar uma olhada:

Clique aqui para ver 7 posters enormes dos personagens do filme.

Quando um atentado terrorista destrói o Kremlin de Moscow, o governo dos EUA inicia uma operação especial chamada Protocolo Fantasma e repudia a IMF (Impossible Mission Force – Força Missão Impossível). Ethan Hunt e seu time são culpados pelo ataque, mas sua fuga é permitida como parte de um plano para que eles possam operar “escondidos”, fora da agência. Entretanto, Hunt é avisado de que se algum membro do seu time for capturado em ação, eles vão acusá-los de planejar incitar uma Guerra Mundial Nuclear. Ethan então é forçado a trabalhar com o ex-agente da IMF Brandt, que sabe mais sobre Hunt e seu pasado, do que o próprio Ethan.

No filme, o personagem de Cruise, Ethan Hunt vai treinar seu sucessor, vivido por Jeremy Renner, que deve ser o protagonista dos próximos filmes.

Missão Impossível: Protocolo Fantasma estréia dia 30 de dezembro no Brasil e conta com Tom Cruise, Jeremy Renner Josh Holloway (Sawyer de Lost) no elenco. O roteiro é escrito por Tom Cruise, J.J. Abrams, Josh Applebaum e Andre Nemec. A direção fica por conta de Brad Bird, diretor de animações como Ratatouille.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários