Japoneses ficam ofendidos com o pôster de Os Vingadores

Pode parecer brincadeira, mas 3 meses depois da sua estréia no Brasil e no mundo todo, o filme Os Vingadores só estreia no Japão nessa semana. Mas já causa polêmica.

Alguns japoneses se ofenderam com um certo cartaz do filme. Vamos ver:

Eu não sei o que esses caracteres dizem, mas eu me ofenderia com esse cabelo do Thor. Porém, não foi isso que despertou a raiva da nação nipônica. Segundo o Kotaku, os katakanas do cartaz dizem “Hey Japan, this is a movie” ou, em português, “Hey Japão, isso é um filme”.

O escritor japonês Toshihiko Yahagi reclamou dizendo que a tagline do pôster é “profundamente desagradável” e completou dizendo que não vai ver o filme. Já o colunista Takashi Odajima, explicou que o pôster ofende os japoneses porque soa como uma postura colonialista dos americanos.

Eu já acho que seja um erro de tradução. Talvez era pro pôster dizer “Hey Japão, esse é ‘o’ filme” ou “Hey Japão, esse é um filme do caramba” ou até mesmo “Hey Japão, esse é um filme mais legal que o do Batman, não vão ver o Batman, venham ver a gente”, só que era uma frase muito grande e cortaram na tradução. Acho que se os americanos quissessem mesmo ofender os japoneses, eles teriam mandado MIB 3 ou Motoqueiro Fantasma 2 pra lá.

via CBM

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...