J.K. Simmons está disposto a ser o J. Jonah Jameson em O Espetacular Homem-Aranha 2

Uma das coisas mais divertidas da trilogia do Homem-Aranha dirigida por Sam Raimi foi a presença do ator J.K. Simmons (Juno) como J. Jonah Jameson, o editor-chefe do Clarim Diário e patrão de Peter Parker. Poucos atores conseguiram encarnar um personagem dos quadrinhos com tanta maestria como fez Simmons nos três primeiros filmes do Cabeça de Teia e na animação Ultimate Spider-Man.

Porém, como visto em O Espetacular Homem-Aranha, a nova versão do personagem ainda está no colegial e só deve ir trabalhar no Clarim Diário no próximo filme. Será que veremos o mal-humorado editor no próximo filme? Se sim, quem poderia interpretá-lo nos cinemas? Que tal o próprio J.K. Simmons? Em entrevista ao Crave Online, o ator disse que topa viver o JJJ novamente nos cinemas.

Oh, eu estou disposto a tudo. Obviamente eu me diverti bastante interpretando esse personagem. Grande parte da diversão foi fazê-lo com Sam [Raimi] e Tobey [Maguire]. Eu literalmente ainda não vi o [novo] filme. Eu não sei nem qual a diferença entre o tom dos dois filmes. Eu sou fã do elenco, do diretor e todo o resto. Mas sim, eu estou sempre disposto“, disse Simmons.

Sony e afins: façam acontecer.

Em uma notícia relacionada, pode ser que a novela “Marc Webb vai dirigir O Espetacular Homem-Aranha 2?” tenha um final feliz. Ou não.

Lembram que o cineasta poderia não conseguir dirigir o filme graças a um acordo com a Fox? Para quem não lembra, eu simplifico: Webb tem um contrato com a 20th Century Fox dizendo que ele tem de dirigir um filme para o estúdio. Porém, ele quer filmar O Espetacular Homem-Aranha 2 e a Sony quer que ele seja o responsável pela sequência. Só que isso só vai rolar se a Fox liberá-lo para esse trabalho.

Pois bem, a Fox tem o interesse em fazer o favor e liberá-lo para o segundo filme do Cabeça de Teia, só que ela quer um “pagamento” por isso. Segundo o LA Times, o estúdio topa ceder Marc Webb para a Sony se o cineasta topar fazer DOIS filmes para a Fox.

Vamos ver se o cineasta aceita esse acordo e essa novela termina de uma vez.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...