Hugh Jackman comenta sobre The Wolverine

Hugh Jackman falou com o jornal The Guardian para promover seu novo filme, Gigantes de Aço. Durante a conversa, o ator comentou o desenvolvimento de The Wolverine, novo filme do Carcaju da Marvel que, segundo correm os rumores, deve ser o último do ator vivendo o personagem.

Jackman comentou, entre outras coisas, as falhas de X-Men Origins: Wolverine. Não todas, claro. Se ele fosse comentar todas as falhas do filme, ele AINDA estaria lá falando.

Segundo o ator australiano, um doas grandes defeitos do longa de 2009 foi a enorme quantidade de personagens. Concordo com ele. Emma Frost, Ciclope, Professor Xavier, Gambit, a lista é quase infinita. E o pior: todas participações medíocres, sem sentido, totalmente descaraterizadas.

“Eu acho que nós temos a chance de arrasar com o personagem dessa vez, para acertar em cheio. Nós não conseguimos ainda. No último filme, nós complicamos com personagens demais. E dessa vez nós teremos mais mulheres, o que é bom. O último foi tão masculino!”

Concordo, concordo e, por fim, concordo. Mais mulheres! Em todos os filmes, da Marvel, da DC, etc.

“O novo filme vai aprofundar mais o personagem. Eu não acho que nós tenhamos vista a raiva dele expressa do jeito certo. Não vamos abandonar essa coisa do ‘Quem sou eu? De onde eu vim? Oh não, eu perdi minha memória’. Eu sinto que isso vai nos dar sono. ‘Pois é, tanto faz camarada. Nós estamos entediados! Ok, você era um sushiman, o que quer que seja, podemos avançar para a história agora?'”.

De novo, concordo. Quer dizer, esse já é o quinto filme com a presença do Wolverine como personagem. Se vocês ainda não conseguiram contar a história do passado dele direito, esqueçam isso. Contem uma outra história qualquer.

The Wolverine, dirigido por James Mangold, produzido por Laura Shuler e estrelado por Hugh Jackman deve começar a ser produzido no ano que vem e estrear em 2013.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...