Henry Cavill revela quais HQs foram mais importantes na hora de interpretar o Superman

O ator Henry Cavill, que está atualmente em cartaz com o filme Imortais, deu uma entrevista ao jornal Los Angeles Times sobre seu trabalho e comentou a importância dos quadrinhos na hora de compor o Superman, seu personagem em Superman – O Homem de Aço, filme dirigido por Zack Snyder e produzido por Christopher Nolan.

Cavill disse que não tinha o hábito de ler quadinhos na infância por falta de tempo e que até prefere assim, já que agora como adulto ele pode ler as melhores histórias todas de uma vez, sem precisar esperar por um mês até a próxima edição.

Entre o material do Superman, que ele usou para fazer pesquisa sobre o personagem, o ator escolheu A Morte do Superman e O Retorno do Superman como suas histórias favoritas e disse ainda ter lido material de Earth One e de Os Novos 52, as revistas do relançamento do Universo DC.

Porém, a história que Cavill julgou como a mais importante na hora de compor o seu personagem foi Superman: Entre a Foice e o Martelo, de Mark Millar. O título é uma minissérie em 3 capítulos que narra uma história alternativa do Superman, onde sua nave caiu na União Soviética e não nos EUA.

“Eu achei interessante como uma perspectiva diferente” disse o ator. “Foi essencial para a minha pesquisa de personagem também. Quando você tem dois pontos de vistas opostos sobre um mesmo personagem, você verá o que os autores consideram como mais importante. Eu pude ver as diferentes maneiras que o personagem poderia ter sido desenvolvido e isso foi muito útil para mim. E como nós estamos recontando a história e nós estamos fazendo nossa própria reinvenção e modernização para o cinema, eu tive a oportunidade de adicionar a minha própria interpretação de como ele se desenvolve. Isso foi o legar de ver Superman: Entre a Foice e o Martelo e ver o que mudou, o que não mudou e o que tudo isso revela sobre o que é essencial para o Superman”.

Cavill ainda defendeu a modernização do personagem no Novo Universo DC e todas as mudanças que isso implica pois “deveria mudar e deveria evoluir. Acho que o material de Os Novos 52 é fantástico pois é uma evolução do personagem”.

No panteão de super-heróis, Superman é o personagem mais reconhecido e reverenciado de todos os tempos. Clark Kent / Kal-El (Henry Cavill) é um jornalista nos seus vinte e poucos anos que se sente um estranho pelos poderes além da imaginação que possui. Transportado para a Terra anos atrás de Krypton, um planeta alienígena mais avançado que o nosso, Clark se debate com a grande questão: “Por que estou aqui?” Moldado pelos valores de seus pais adotivos, Martha (Lane) e Jonathan Kent (Costner), Clark logo descobre que ter super-habilidades significa tomar decisões muito difíceis. Mas quando o mundo mais precisa de estabilidade, ele é atacado. E agora, suas habilidades serão usadas para manter a paz ou partir para um tudo ou nada? Clark deve se tornar o herói conhecido como Superman, não só para brilhar como a última esperança do mundo, mas também para proteger aqueles que ama.

Superman – O Homem de Aço tem produção de Christopher Nolan e direção de Zack Snyder, no elenco estão Henry Cavill (Clark Kent/Superman), Amy Adams (Lois Lane), Antje Traue(Faora)Julia Ormand (Lara), Laurence Fishburne (Perry White), Diane Lane (Martha Kent), Russel Crowe (Jor-El), Kevin Costner (Jonathan Kent) Michael Shannon (Zod). O filme será lançado dia 14 de junho de 2013.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...