Hayao Miyazaki pode dirigir um curta para o Museu do Studio Ghibli

Hayao Miyazaki se aposentou, mas o bom velhinho japonês pode estar de volta em breve! Ok, não vou encher seu coraçãozinho de falsas esperanças, jovem leitor, porque as coisas não são bem assim.

Vamos do começo: em entrevista ao programa japonês Asa Ichi, o diretor e co-fundador do Studio Ghibli, Toshio Suzuki, esclareceu a confusão causada no começo da semana sobre o fim do estúdio. No meio do papo, ele acabou soltando a informação de que Miyazaki pode estar de volta para dirigir um curta para o Ghibli, mas não é nada comercial ou que possa reviver a carreira do cineasta japonês. Na verdade, Suzuki revelou que Miyazaki pode comandar um curta-metragem especial para o Ghibli Museum, o museu em homenagem ao Studio Ghibli, fundado em 2001.

Portanto, pode ser que mais um trabalho audiovisual de Hayao Miyazaki venha por aí, mas ele não será visto exceto se a gente for visitar o Ghibli Museum em Mitaka, no Japão.

Sobre o “fim” do Studio Ghibli, Suzuki também aproveitou a entrevista para esclarecer a situação. Como a gente divulgou, o Ghibli não fará uma pausa permanente, mas sim um retiro para pensar qual será o futuro do estúdio. A razão não é difícil de imaginar: dos três co-fundadores do Studio Ghibli, apenas Isao Takahata continua ativo na parte criativa do lugar (Miyazaki se aposentou no ano passado e Suzuki deixou o cargo de produtor para cuidar do executivo da empresa). Com isso, eles vão parar para repensar o Ghibli enquanto estúdio pros próximos anos.

[quote]Nós estamos mudando a maneira com que fazemos animações. Nós queríamos fazer uma empresa dos sonhos. Nós pensamos que iríamos fazer o que combinava com a gente e não fazer o que não agradava. Nós conseguimos realizar esse sonho de certa forma e estamos muito felizes com isso. Mas agora, estamos num ponto onde temos de parar para pensar sobre o que faremos em seguida[/quote]

When Marnie Was There, mais recente filme do Studio Ghibli, estreou recentemente no Japão e já arrecadou o equivalente a R$35,5 milhões.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...