Emma Watson não será a Cinderela da Disney

Emma Watson Perks

Depois de tantas princesas dos contos de fadas ganharem versões live-action nos últimos tempos (duas da Branca de Neve, uma da Chapéuzinho Vermelho e uma do João e Maria, sem contar séries de TV e afins), a Disney resolveu que era hora da Cinderela ir parar nos cinemas em versão live-action também.

Para isso, a casa do Mickey contratou Kenneth Branagh (Thor) para direção do filme, Cate Blanchett (O Senhor dos Anéis) para ser a madrasta má e negociou com Saoirse Ronan (Hanna), Gabriella Wilde (Os Três Mosqueteiros) e Alicia Vikander (Anna Karenina) para o papel principal de Cinderela. Porém, por motivos de razões, nenhuma das três conseguiu fechar contrato para viver a princesa.

O alvo da Disney virou então Emma Watson (Harry Potter). Porém, a atriz, que vem fazendo uma carreira bem sólida depois de concluída a franquia Harry Potter, também não estará no filme. De acordo com a Variety, os representantes de Watson não conseguiram fechar o acordo com a Disney e a busca pela dona do sapatinho de cristal continua tão dramática na vida real quanto nos contos de fadas.

Porém, o fato de Emma Watson não ser a Cinderela não significa que ela não será uma princesa nos cinemas. A atriz continua firme e forte no elenco de A Bela e A Fera, com direção de Guillermo del Toro (O Labirinto do Fauno). O filme, porém, não deverá começar a ser produzido por algum tempo. Enquanto isso, Emma termina as filmagens de Noah, de Darren Aronofsky, e se prepara para lançar The Bling Ring, de Sofia Coppola.

Já a Disney, além do filme da Cinderela, também planeja um filme d’A Bela e a Fera. Ou melhor, da Fera. Segundo o Deadline, o estúdio está encaminhando a pré-produção de um spin-off baseado na Fera do conto, com roteiro de Joe Ahearne (Trance, de Danny Boyle). Não que isso deva incomodar o projeto de Del Toro (ano passado vimos duas Brancas de Neve nos cinemas ao mesmo tempo), mas vale ficar de olho no que sairá daí.

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...