Documentários musicais estão com tudo
Felipe Perazza

Felipe Perazza
@AndarilhoMusic

  sexta-feira, 07 de agosto de 2015

Documentários musicais estão com tudo

Basta aumentar o som, relaxar na poltrona e curtir a sessão

Com a crescente popularidade de serviços de Streaming de filmes, está se tornando cada vez maior a oportunidade de escapar dos programas enlatados da TV.

Em vez de assistir novelas com enredo sempre igual ou programas de auditório, o expectador pode simplesmente conectar-se à um provedor de conteúdo, como o Netflix e acessar milhares de filmes, séries e documentários de alta qualidade – alguns deles desenvolvidos com exclusividade para os assinantes deste tipo de serviço, como é o caso de séries como Demolidor e Orange is the New Black, produzidas pela Netflix.

Além de séries, outro tipo de programa que está ganhando mais força com o sistema de aluguel online são os documentários. Antes vistos como conteúdo cult para poucos, os documentários têm aos poucos se tornado um programa bem vindo na sessão sofá para toda família.

E para quem curte música os documentários estão cada vez mais afiados – um prato cheio com conteúdo bem produzido e trilha sonora inspiradora.

Recentemente estrearam documentários sobre as cantoras Amy Winehouse (Amy) e Nina Simone (What Happened, Miss Simone?), duas divas separadas por décadas e donas de vozes e histórias incríveis, ainda que bastante diferentes. A triste história de Kurt Cobain, líder e fundador do Nirvana (Cobain: Montage of Heck) também está fazendo sucesso com seu drama e trilha sonora pesados como só o próprio grunge poderia propôr.

E, para nossa alegria, novidades não param de surgir. Semana passada foi anunciado que o novo álbum de Keith Richards, Crosseyed Heart, virá também com um documentário exclusivo para o Netflix sobre sua produção e lançamento. O longa, batizado de Under the Influence, ficará disponível a partir do dia 18 de setembro.

Quem também ganhará um filme documental é ninguém menos que Janis Joplin. De acordo com a NME, a rainha do blues e do rock terá sua vida e legado musical biografados em Janis, produção que vem à público também no mês que vem, dessa vez no Festival de Cinema de Veneza.

Aqui no Brasil a tendência é a mesma, ilustrada pelo recém-lançado e bastante elogiado documentário sobre a vida de Cássia Eller.

Opções não faltam. Para quem aprecia cinema e boa música, basta agora aumentar o som, relaxar na poltrona e curtir a sessão.


Felipe Perazza é o cara por tras do blog Músicas de Andarilho e autor do livro Heróis e Anônimos.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários