Diretor e elenco de Os Vingadores comentam sobre o filme

Nós estamos a poucas semanas da estréia de Os Vingadores. Posters já foram mostrados, trailers já foram exibidos, praticamente já não há nada a fazer para convencer os fãs a assistir o filme.

Quem vai, vai. Quem não vai, tem que ir.

Assim, nesse clima de reta final, parte do elenco e o diretor do filme falaram sobre o longa. Joss Whedon, capitão dessa embarcação, teceu alguns comentários sobre os seus subordinados durante as gravações de Os Vingadores:

Todo mundo é diferente. Robert [Downey Jr.] tem essa energia anárquica e incontrolável que é muito magnética e muito Tony Stark. Eu queria Mark Ruffalo para interpretar o Bruce Banner porque ele é um livro aberto. Ele deixa que você entre no seu coração e você entende o que ele está sentindo. Isso é quem ele é e como ele trabalha. Chris Evans realmente se encaixou nessa estética antiga de um cara dos anos 40. Ele é íntegro sem ser rígido.

Sam Jackson é Sam Jackson. Ele dá aquele olhar e só precisa de um olho pra te colocar na parede. Ao mesmo tempo, ele é extremamente sensível e texturizado e era isso que eu queria para Nick Fury. Eu não queria que ele fosse só arrogância. A gente já viu isso e eu acho que ele é mais do que isso.

Chris Hemsworth é um deus. Esse é o cara que faz com que outros homens parem de ir à academia. Não é justo. Ele é muito centrado na maneira em que ele encara uma cena e encara sua vida. Jeremy Renner tem sido um curinga e é reservado, mas isso faz sentido porque ele está interpretando um sniper. Ele atira e mantém a distância. Ele está completamente comprometido, mas está no seu próprio espaço”.

Scarlett não parece nada com sua personagem, porque ela é tão engraçada e agradável. Ela está sempre de bom humor. A Viúva Negra tem uma versão mais sombria nesse filme do que em Homem de Ferro 2 e Scarlett foi muito precisa na sua atuação. Nós mostramos um pouco do seu passado e não é bonito“.

Whedon também explicou o motivo da mudança da armadura do Homem de Ferro no filme. No longa anterior, a armadura de Tony Stark muda para um modelo com um triângulo no peito, ao invés do tradicional círculo. “É meio que uma tradição da Marvel. ‘Nós gostamos de mudar, de ver os uniformes evoluírem’, e eu disse ‘Ótimo, então vocês vão voltar para o círculo porque o triangulo é péssimo’. Eu sou um classista. O círculo tem significado, o triângulo não“.

Cobie Smulders, aquela linda de How I Met Your Mother, também comentou sobre o desenvolvimento da sua personagem no filme. Segundo ela, “Maria Hill tem um relacionamento interessante com Nick [Fury] no começo. Ela realmente segue as regras e tem uma certa mentalidade quando é preciso que ela resolva alguma situação. Eu não acho que ela necessariamente concorde com Fury, por isso tem um monte de desentendimento durante o filme enquanto esse relacionamento muda.

Smulders ainda disse que não há tempo no longa para desenvolver uma relação de amizade entre Hill e a Viúva Negra, “embora eu goste de pensar que por trás das câmeras elas são boas amigas“.

Por fim, Tom Hiddleston, o perigoso Loki, falou sobre as motivações do vilão no longa.

Quando você vê Loki deixar aquela lança no fim de Thor, ele vai embora de Asgard, ele abandona Asgard e sua necessidade daquele lugar e sua necessidade de afeição e respeito por Odin e seu irmão. Ele desaparecer naquele buraco negro é uma maneira literal de dizer ‘Cansei. Asgard já era e eu tenho outras coisas pra fazer’. No começo de Os Vingadores, você vê o início do que Loki está planejando e se ele não pertence à Asgard, então onde ele pertence? Nesse trágico estado de confusão de se perguntar ‘Onde eu me encaixo no Universo?’, a resposta de Loki é ‘Eu vou me fazer pertencer’, de uma maneira sombria, ameaçadora e perigosa“.

Pra concluir por hoje, veja duas novas imagens do filme, retiradas de um scan do storybook do filme.

Os Vingadores conta com um elenco fantástico com Chris Evans (Capitão América), Robert Downey Jr.(Homem de Ferro), Chris Hemsworth (Thor), Mark Ruffalo (Hulk), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Tom Hiddleston (Loki), Scarlett Johansson (Viúva Negra), Cobie Smulders (Maria Hill) e Jeremy Renner (Gavião Arqueiro).

The Handmaid’s Tale – Review – 1ª Temporada

Começa numa perseguição de carro e continua numa perseguição a pé, uma família acuada tenta fugir de seus perseguidores se embrenhando na floresta, a tensão...

Agents of SHIELD – Review – 4° Temporada

Magnifica! É a primeira palavra que me vem à mente para descrever a série Agents of SHIELD, uma série que começou com uma pegada totalmente...

Crítica | Resident Evil 6 – O Capítulo Final

Resident Evil 6 – O Capítulo Final, dirigido por Paul W. S. Anderson e levemente baseado no jogo de vídeo game do mesmo nome,  é...

Desventuras Em Série – Crítica – 1° Temporada

A quase 12 anos atrás, chegava ao cinema a adaptação de um dos maiores sucessos literários da história. “Lemony Snicket’s A Series Of Unfortunate Events”,...

Resenha de Como Tatuagem, de Walter Tierno

Walter Tierno é autor nacional, publicou dois livros pela Giz Editorial (Cira e o Velho e Anardeus – No Calor da Destruição) e agora, pela...

Resenha de Além-Mundos, de Scott Westerfeld

Scott Westerfeld é, atualmente, um dos escritores que considero consistentes a ponto de ler seus livros sem saber exatamente do que se tratam e ainda...