Christian Bale confirma que não tem nada a ver com o filme da Liga da Justiça

Leandro de Barros

  terça-feira, 02 de julho de 2013

Christian Bale confirma que não tem nada a ver com o filme da Liga da Justiça

Ator afirma que nnuca falou com ninguém sobre o filme da Liga da Justiça e afirma que já está satisfeito com os três filmes do Batman em que participou

Bale BatmanA mais recente edição da revista EW traz uma entrevista com o ator Christian Bale, conhecido por ser o Batman na Trilogia do Cavaleiro das Trevas, dirigida por Christopher Nolan.

Como não poderia deixar de ser, a publicação perguntou se o ator teria algum envolvimento com o vindouro filme da Liga da Justiça, em planos dentro da Warner Bros. – o envolvimento do ator havia sido cogitado em um rumor antigo que já apareceu por aqui há algum tempo.

Eu não tenho nenhuma informação [sobre o filme da Liga da Justiça]. Eu literalmente não conversei com ninguém sobre isso. Eu entendo que eles devem fazer um filme sobre a Liga, mas é só isso”, disse o ator antes de colocar um ponto final em conversas sobre o seu retorno como o Cavaleiro das Trevas: “Nós fomos incrivelmente sortudos em conseguir fazer três [filmes do Batman]. É o suficiente. Não fiquemos gananciosos“.

Antes de terminar de falar sobre o Batman e a Liga da Justiça, Bale ainda afirmou que está ansioso pra saber quem será o próximo ator que assumirá o manto do protetor de Gotham nos cinemas – talvez Ryan Gosling? Armie Hammer? Qual o seu favorito?

Acompanhando a reação dos fãs quando o assunto é Christian Bale como o Batman, este que vos escreve acredita ser o único que até gosta da versão do ator para o personagem, mas que acha que está na hora de um novo Batman, um novo diretor e um novo roteirista trabalhando com o personagem nos cinemas. A Trilogia do Cavaleiro das Trevas veio e foi ótima, mas há mais no Batman para ser mostrado do que o que já vimos.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários