Chloë Moretz responde as declarações de Jim Carrey sobre a violência de Kick-Ass 2

Leandro de Barros

  sexta-feira, 09 de agosto de 2013

Chloë Moretz responde as declarações de Jim Carrey sobre a violência de Kick-Ass 2

Atriz comenta as declarações de Jim Carrey, que disse que não vai ajudar a promover o filme por não concordar com a sua violência

Kick-Ass 2No fim de Junho, o ator Jim Carrey (Ace Ventura) deu algumas declarações sobre o nível de violência em Kick-Ass 2. Na sua página oficial no Twitter, Carrey mencionou que não pode aprovar a violência do longa após acontecimentos recentes nos EUA e, apesar de não se envergonhar do projeto, ele não ajudaria a promovê-lo.

No mesmo momento, Mark Millar (criador da HQ) respondeu defendendo as cenas mais violentas do longa mas, com o início das entrevistas para promover o filme, era de se esperar que o elenco de Kick-Ass 2 também se pronunciasse sobre o assunto.

Apesar da visão geral dos outros atores ser de respeito pela opinião de Jim Carrey, a jovem Chloë Moretz (Sombras da Noite) foi um pouco mais ríspida quando perguntada sobre o caso:

É um filme. Se você vai acreditar e ser afetado por um filme de ação, você não deveria ir ver Pocahontas porque você vai pensar que é uma princesa da Disney. Se você é tão facilmente influenciável, você talvez veja Silêncio dos Inocentes e pense que é um serial killer. É um filme e é de mentirinha e eu sei disso desde que era uma criança… eu não corro por aí tentando matar pessoas e xingando. No máximo, esse tipo de filme ensina o que não fazer. Mas cada um é cada um…

Mark Millar também foi perguntado novamente sobre o caso e respondeu que acha que a decisão de Jim Carrey de não divulgar o filme vai acabar divulgando ainda mais Kick-Ass 2, já que “antes as novidades do filme só saiam em publicações especializadas, agora está na TV aberta“.

Honestamente eu não sei muito se a opinião de Jim Carrey é sobre o potencial de influência de Kick-Ass 2, mas sim sobre a violência gráfica que é exibida para os espectadores. Imagino que tem mais a ver com respeito com quem sofreu violência de verdade em episódios recentes dos EUA do que em influenciar crianças. Seja como for, vamos torcer pra ninguém mostrar Assassin’s Creed pra ele.

via Yahoo Movies


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários