5 diretores para substituir Sam Mendes no próximo 007

Leandro de Barros

  segunda-feira, 11 de março de 2013

5 diretores para substituir Sam Mendes no próximo 007

Sam Mendes, de Beleza Americana e 007: Operação Skyfall, disse que não voltará para o próximo filme de James Bond. Sugerirmos cinco nomes para substituí-lo

Na semana que se passou, o cineasta Sam Mendes confessou em uma entrevista à Empire que não irá dirigir o próximo filme do 007, apesar do gigantesco sucesso de 007: Operação Skyfall.

Com essa declaração, aqueles que gostaram do último filme de James Bond lamentaram em uníssono. Nada, nada, Sam Mendes construiu um 007 diferente do que o público estava habituado e que agradou à gregos e troianos.

Assim, abre-se uma vaga na cadeira de diretor do próximo filme. Quem deverá assumir o posto no Bond 24? Nós separamos algumas sugestões de gosto duvidoso.

bond-24-ben-affleck

Ben Affleck

Vamos abrir a lista com o nome que estou mais curioso para ver a reação das pessoas. Ben Affleck pode ter sido um ator nota 5.4 nos melhores dias, mas é um diretor de alto nível. Seu filme mais recente, Argo, comprova isso, apesar dos longas anteriores (como Medo da Verdade e Atração Perigosa) já terem indicado isso.

Por que Affleck seria um bom diretor para o próximo 007? Bem, todos os seus filmes possuem em comum o fato de serem thrillers de crime/ação de alto nível. Argo, por acaso, é um filme de espionagem internacional. Com essa “experiência”, Affleck se credencia para poder fazer um ótimo 007, continuando a mesma linha iniciada em Operação Skyfall.

O único problema de ter Ben Affleck como diretor do próximo filme do 007 é ele cismar de querer se escalar como o próximo James Bond…

bond-24-danny-boyle

Danny Boyle

O diretor de A Praia, 127 Horas, Quem Quer Ser Milionário, Trainspotting – Sem Limites e A Praia já foi cotado para assumir a franquia no passado. Agora que seu próximo filme, Em Transe, já está finalizado e prestes a sair nos cinemas, por que não dar ao cineasta a chance de finalmente trabalhar com James Bond?

Com talento narrativo de sobra, Boyle poderia agregar um valor único para a franquia. Os dois únicos inconvenientes para o projeto seria a ausência da interferência do diretor nos roteiros dos seus filmes (embora o roteirista de Bond 24 ser o mesmo de Skyfall) e o fato dele estar planejando uma sequência para Trainspotting para 2016 – o próximo 007 deve sair em 2015 nos cinemas, o que aperta um pouco o calendário.

bond-24-duncan-jones

Duncan Jones

007 é um símbolo da ficção britânica. Por que não apostar em um promissor diretor britânico para dar um ar mais patriota ao agente especial do MI-6?

Duncan Jones, o filho de David Bowie, possui dois longas metragens no seu currículo: o ótimo Lunar, com Sam Rockwell, e o muito bom  Contra o Tempo. Em Lunar, Jones mostrou o seu talento em tirar leite de pedra, de trabalhar com ficção científica e de focar o filme em cima da personalidade de um personagem. Em Contra o Tempo, ele mostrou novamente como fazer render um orçamento, como usar bons efeitos especiais e até mesmo ousou brincar um pouquinho com ação e investigação.

Além disso tudo, ele é fã assumido de 007 e ainda trabalha atualmente numa cinebiografia de Ian Fleming, criador do personagem. Seria o nome perfeito se não estivesse envolvido também no vindouro World of Warcraft, o que pode atrapalhar o calendário das filmagens.

bond-24-tomas-alfredson

Tomas Alfredson

Esse nome (e o próximo) são as escolhas “óbvias” numa lista dessas. Caso você não reconheça o nome, Tomas Alfredson é o nome do cineasta responsável pelo ótimo O Espião Que Sabia Demais, filme que conta com a nata dos atores cinematográficos britânicos.

Apesar de ser um dos trunfos para uma possível “candidatura” de Alfredson, o filme é também um dos motivos que poderia justamente afastar o cineasta da franquia. Talvez Alfredson sinta que já fez o que podia no gênero de espionagem depois de O Espião Que Sabia Demais, talvez os produtores prefiram alguém que coloque mais ação.

bond-24-nolan

Christopher Nolan

Não me olhe assim. Eu tenho plena consciência que Christopher Nolan, atualmente, é o nome na ponta da língua de todo mundo para qualquer projeto cinematográfico. Vão fazer um filme sobre As Tartarugas Ninja? Todo mundo quer Nolan dirigindo. Vão fazer um filme da Corrida Maluca? Nolan deveria dirigí-lo. Remake de Rei do Gado? Nolan neles!

Porém, nesse caso, a sugestão é muito válida. Nolan já disse que quer fazer um 007, os produtores já disseram que querem que isso aconteça. As partes negativas envolvem o diretor trabalhando como produtor do Universo DC na Warner e o fato dele provavelmente querer colocar muito da sua influência no filme – o que o credencia para assumir a franquia quando um novo ator assumir o papel de James Bond.

bond-24-outros

Menções honrosas

Como a gente definiu apenas 5 nomes para essa lista, muita gente boa ficou de fora. Vale imaginar como seria um 007 pelas mãos de Ang Lee, vencedor do Oscar 2013 por As Aventuras de Pi e cineasta que gosta de se aventurar em diferentes gêneros.

Outro nome que poderia ser lembrado é o de Matthew Vaughn, diretor de Kick-Ass e X-Men: Primeira Classe. O problema de Vaughn é o fato de ser um diretor muito mais “pipoca” do que o perfil normalmente selecionado para a franquia e o seu próximo projeto: um longa baseado na graphic novel Secret Service, de Mark Millar – que é justamente um filme de espionagem inspirado em 007.

Brad Bird fez um ótimo trabalho na sua estreia como diretor em Missão Impossível: Protocolo Fantasma e Joe Cornish é um comediante britânico acostumado a roteirizar para o cinema (As Aventuras de Tintim, Chumbo Grosso, Homem-Formiga) e estreou bem na direção em Ataque ao Prédio, lançado diretamente para DVD no Brasil.

E na sua opinião, qual o melhor nome pra assumir a franquia nos cinemas?


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários