Cobertura CCXP – Sexta-feira (Dia 2)

Pedro Luiz

  sábado, 06 de dezembro de 2014

Cobertura CCXP – Sexta-feira (Dia 2)

Kingsmen: The Secret Service, Marco Polo, Neville Page e muito mais no segundo dia da CCXP

O segundo dia de CCXP começou mais cedo para o público. Os portões foram abertos às 10h da manhã, e, mesmo começando cedo, o centro de convenções parecia estar no horário de pico. Os primeiros fãs de quadrinhos se dirigiram ao auditório ultra (secundário, para 400 lugares). O Masterclass (link para o esquenta do primeiro dia) das 10h30 contou com a presença de Sidney Gusman para um papo sobre o papel do editor.

No auditório Thunder (principal), as atividades começaram somente ao meio dia. Edgar Vivar subiu ao palco após um animado QUIZ sobre o universo de Chaves e Chapolin, mediado por Carol Moreira (do site Omelete). Não fosse a presença da dubladora da personagem Chiquinha, o painel seria exatamente o mesmo do dia anterior.

Uma aula sobre design conceitual

Uma hora depois, Neville Page subiu ao palco portando um microfone. Para os que não conheciam seu trabalho, Page projetou no telão alguns filmes cuja arte conceitual fora feito por ele. Avatar, Tron, Super 8, Watchmen… A lista é grande. Pronto. De desconhecido, passou a semideus.

O painel era, na verdade, a conceituada palestra de Page chamada “A Bela é a Fera”, em que se discute o design de criaturas para o cinema. E foram uma hora e meia de dicas, inspirações e ensinamentos. As projeções eram absolutamente detalhistas e mostravam nuances que, normalmente, não se discute. O uso correto da perspectiva correta, por exemplo. Enquanto detalhes anatômicos das criaturas de Page eram exibidos na tela, o palestrante revelava importantes detalhes da sobre a sua própria técnica de criação. Ao final, sem tempo para perguntas, Page ainda contou algumas histórias sobre o trabalho feito ao lado de J.J. Abrams, em Star Trek, Cloverfield e outros.

Tenho liberdade para trabalhar com J.J. Criamos coisas magníficas nos últimos anos.
<< Neville Page

Nós ainda conversamos um pouco com Neville, você pode ler a entrevista aqui.

Marvel Heroes 2015

David Brevik falando de Diablo e Herois Marvel.

Brevik começou falando sobre a concepção de Diablo e de como os títulos foram importantes para a história dos MMO, dando o pontapé inicial para que todo um gênero se firmasse. Conforme ia contando sobre a fundação da Blizard revelou que desde os 16 anos de idade já vinha trabalhando no que um dia seria a série Diablo.

Ao comparar o processo de criação e liberdade entre os dois títulos David explicou que trabalhar com a Marvel tem o peso dos personagens já conhecidos pelo público, personagens esses que ele assumiu ler desde criação, como X-Menn, Spiderman e é claro o Superman, esse da DC.

MH2015_Wallpaper_Key-Art_16x9_1280x720

David conta que algumas coisas que sonhava em fazer em uma plataforma de MMO acabaram não indo para frente, mas que o novo projeto possibilitou novas investidas, como aventuras em grupo, algo que encaixa melhor no sistema de super-heróis.

E apresentar o novo jogo foi justamente o que ele fez. David Brevik dedicou algum tempo explicando o cuidado que tiveram para escrever uma história que explicasse o surgimento de novos personagens ao longo do jogo, algo que não pode ser apenas uma evolução de gamer mas também fazer um sentido dentro da trama. Ressaltou que essa parte é tão interessante que os jogadores poderão acompanhar a história através de HQs dinâmicas dentro do jogo, esse que se divide tanto em ações massivas como em One Shots. Tudo isso com liberdade total da Marvel, tanto para a criação de novos elementos, como para usar cenas já consagradas, ele chegou a citar a presença da Civil War e que entre as 20 armaduras que o Homem de Ferro pode ter dentro do jogo estão inclusas as dos últimos filmes.

Entre as novidades novos vilões clássicos foram anunciados como Magneto, Venom e Destruidor, além é claro da equipe mais aguardada, Os Guardiões da Galáxia, que irão aparecer ali como nova roupagem, literalmente upadas. A imagem de Rocket aperece no telão como um mistério, mas podemos ver que ele ganhou forma humanóide. David deixa escapar que ele é seu personagem favorito.

Por fim instigado pela platéia David afirma que Marvel Heroes é uma ótima entrada para o mundo dos MMOs, uma vez que é acessível (gratuito), reconhecível, já conhecemos os personagens e também fácil, foi pensado para ser um processo de evolução.

Universos Expandidos Star Wars e WOW

Os escritores Christie Golden  Timothy Zahn falaram sobre suas experiências em expandir universos para uma nova plataforma, no caso os livros. Ambos os autores citaram a responsabilidade e a dificuldade de honrar aquilo que outra pessoa pensou antes e que já apresenta fãs que irão, mais do que em uma história autoral, ter criticas avidas. Para isso eles explicaram a importância do processo de pesquisa e como jogar WOW ou mesmo ouvir centenas de vezes as falas de Star Wars se fez importante. Por fim, contaram que a parte mais interessante de seu trabalho é saber que um fã de série ou de um game, que não está acostumado ao mundo da leitura se tornou depois um leitor começando pelos livros deles.

20th Century Fox

O painel da Fox foi um dos mais bem produzidos.Com mensagens de Benedict Cumberbatch e John Malkovich os clipes tanto dos filmes que chegarão em 2015 como de seus clássicos levantaram a plateia. Com direito a aparição dos Pinguins de Madagascar para alegrar o auditório.

Rolou trailer de uma Uma Noite no Museu 3, dos Pinguins de Madagascar e de Busca Implacável 3. Mas o destaque fica para o tão aguardado Kingsman: The Secret Service, ou  aqui no Brasil Kingsman: Serviço Secreto, a adaptação da HQ de Mark Millar com direção de Matthew Vaughn (Kick Ass) e estrelada por Colin Firth, Michael Caine, Taron Egerton e Samuel L. Jackson.

kingsman

Matthew mostra mais uma vez como é bom com adaptações e depois de um clipe com mais de três cenas todos nós percebemos o quão promissor esse filme é. A pegada adolescente que o filme tem não faz dele mais uma aparição de sessão da tarde, mesmo sendo jovial e engraçado o filme se leva a sério em uma produção incrível, com efeitos especiais, jogadas de câmera e até diálogos de tirar o fôlego, isso porque vimos apenas 15 minutos.

O roteiro do longa é do próprio Matthew Vaughn em parceria com Jane Goldman e é baseada livremente na HQ de Mark Millar que conta a história de um garoto rebelde no norte de Londres que é atraído por um espião para ser treinado e se tornar uma espécie de James Bond do Serviço Secreto britânico.

Marco Polo

Foi exibido o primeiro episódio da nova série do Netflix e ainda mais cinco cenas que vão aparecer ao longo da primeira temporada do seriado que estreia em todos os países que o serviço opera no próximo dia 12 de Dezembro. A produção faz jus a comparação com Game Of Thrones, o Netflix nos traz mais uma vez algo que se destaca pela qualidade de sua produção.

Estavam presentes no painel os atores Lorenzo Richelmy que vive o protagonista, Olivia Cheng e Chin Han que depois se juntaram ao produtor Patrick Macmanus. Apesar de não termos nomes fortes entre o elenco, eles se destacaram entre todos os painéis até agora, eram carismáticos, divertidos, comunicativos e principalmente, interessantes.

Enquanto os atores destacaram a dificuldade em aprender a lutar, cavalgar, falcoaria, espadas e etc o produtor fez questão de dizer que o mínimo de efeitos especiais digitais foi usado, que tudo o que está em cena realmente acontece, como por exemplo uma dança com cobras ou a coreografia de uma luta. O Kung Fu é ponto central da produção,aparecendo em quase todas as cenas. Olivia, a Mei Lin, por exemplo, explicou que sua experiencia com ginastica olimpica permitiu que ela fizesse todas as cenas de luta sem a necessidade de um dublê.

E sua cena, a que foi apresentada, é linda, nua ela mata dois guardas. A comparação com Game Of Thrones é inevitável, muito sangue, lutas, jogo de poder e sexo aparecem no pouco que vimos. Mas os atores lembram, o diferencial de Marco Polo está em saber que aqueles personagens realmente existiram na nossa história.

Marco Polo já merece nossa atenção.


Algumas imagens do dia de ontem:

*Artigo escrito à quatro mãos – Pedro Fraga e Roberta Rampinii


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários