Primeiras Impressões da Fall Season 2013 – Parte 1

Eder Augusto de Barros
edaummm

  quarta-feira, 02 de outubro de 2013

Primeiras Impressões da Fall Season 2013 – Parte 1

Fizemos um resumão sobre as novas séries dramáticas que estrearam em setembro na TV americana.

Setembro acabou. Alguns pilotos estrearam, porém só se falava de Breaking Bad. Breaking Bad acabou. Agora podemos finalmente falar do que estreou?

Vamos fazer um resumão de todos os pilotos dessa não-tão agradável Fall Season 2013, e vamos começar com os dramas que estrearam em setembro na televisão americana. Algumas coisas bem interessantes, outras muito aguardas e temos ainda aquelas já fadadas ao cancelamento. Sem mais delongas, começa a “parte um” do nosso resumão!

Spoilers mínimos podem vir à seguir.

Agents of S.H.I.E.L.D

Agents-of-SHIELD-2514

Era necessário começar com essa. Tão necessário que os recordes de audiência foram batidos em sua estreia, todo mundo queria ver.

A série que se liga diretamente ao Universo cinematográfico da Marvel nos trouxe um episódio de estreia que segue uma estrutura muito parecida com a de Os Vingadores, que também é dirigido por Joss Whedon, responsável pelo piloto da série do ABC: conhecemos os membros da equipe, ela vai se formando aos poucos e não se dá bem logo de início, tudo acontece à bordo de um veículo aéreo e quando a equipe enfim se reúne no campo de batalha para trabalhar em conjunto se torna imbatível para resolver o problema proposto.

Pelo primeiro episódio podemos suspeitar que a série seguirá um ritmo procedural, ou seja, o famoso “caso da semana”. É uma boa série e o que a deixa melhor sem dúvida é sua ligação com o Universo Marvel, desde as referências aos filmes até as piadas derivadas da Casa das Idéias, como a que a personagem Skye faz no primeiro episódio se referindo à famosa frase do Homem-Aranha, “com grande poderes, vem grandes responsabilidades”. Se não fosse todo esse background da editora e seus filme, a série não passaria de mais uma na multidão.


Lucky 7

Lucky-7-season-1-poster

Se eu tivesse apenas uma frase para explicar Lucky 7 eu diria: O Last Resort de 2013.

O novo drama da ABC sofreu do mesmo problema de Last Resort em 2012. A série é boa, tem uma ideia interessante, mas a péssima audiência de estreia possivelmente já fadou o show e ela será cancelada.

O seriado conta a história de 6 empregados de um posto de gasolina que ganham juntos na loteria e as consequências disso na vida deles. O piloto foi muito bem construído, apresentou devidamente cada personagem ao ponto de chegar ao fim e você já ter o nome de cada um na cabeça e saber o background daquele personagem. Outra coisa à se louvar é que o piloto conseguiu nos prender, queremos saber o que vai acontecer no próximo episódio, não dá para ficar satisfeito só com o piloto.


 The Blacklist

the-blacklist

Ao lado de Masters of Sex é uma das melhores estreias do mês de setembro. A nova série do NBC conta a história de um ex-militar que se tornou um dos 10 mais procurados do FBI por vender informações confidenciais. Agora ele se entregou e promete, ao lado de uma novata agente escolhida por ele, ajudar a prender os mais procurados do FBI.

Outra série procedural, e muito mais parecido com o que já existe no mercado. Porém o piloto foi construído de uma maneira muito interessante para mostrar que não é só o caso da semana, tem vários mistérios por trás disso: Por que ele se entregou? Por que ele quer trabalhar apenas com a garota? E por aí vai…

Outra modificação à formula das séries procedurais que The Blacklist nos apresenta é o fato do personagem de James Spader estar constantemente jogando para ambos os lados, já que ele ajuda a pegar os membros da Blacklist e ao mesmo tempo utiliza sua influência para atraí-los. Nunca saberemos realmente do lado de quem ele está.

Uma excelente recomendação e será renovada com certeza já que atingiu um ótimo número de audiência, e conseguiu manter esse número no segundo episódio.


Hostages

89956802_o

O drama do CBS pretende contar a história da Dr. Ellen Sanders que vai fazer uma cirurgia no presidente americano, antes da operação a família de Ellen é feita refém por um grupo de uma conspiração politica que deseja a morte do presidente pelas mãos da doutora durante a operação. Se tudo correr como planejado, a família é libertada sem nenhum problema.

A ideia é interessante, já a execução nem tanto. Um piloto cheio de clichês e soluções preguiçosas justificam a média audiência da série. Hostages força em te fazer entender que o líder dos sequestradores é um badass, te apresenta uma família disfuncional completamente prevísivel desde o marito que trai até a mulher dedicada, passando pelo filho que vende maconha e a filha grávida.

A solução no fim do episódio para manter a família sequestrada durante uma temporada inteira também foi vergonhosa. A esperança é que melhore nos próximos episódios para aproveitar a ideia que é boa. Se a audiência cair, provavelmente será cancelada.


Sleepy Hollow

sleepy

O novo drama da FOX parece ter agradado, os números de estreia foram interessantes e a queda para o segundo episódio não foi muita.

A mistura de uma série policial, com um toque procedural, sobrenatural, lendas e viagem no tempo soa muito disfuncional para mim. É certo que a qualidade está presente, os nomes envolvidos são interessantes, como o do criador Roberto Orci (Fringe). O piloto consegue mostrar uma história amarrada, implantou vários mistérios na cabeça dos fãs, mas essa mistura ainda pode ser vilã da série. Se não cometer o mesmo erro de Alcatraz que focou mais no “caso da semana” do que na resolução dos mistérios, pode ser bem sucedida.

O seriado já tem uma pequena base de fãs e é uma renovação quase certa.


Ironside

Ironside - Season Pilot

Baseada numa série de mesmo nome dos anos 60, a série nos mostra Ironside, um investigador de polícia que devido à uma troca de tiros acabou ficando numa cadeira de rodas. Ele não desistiu e continua exercendo a função mesmo com a sua limitação.

Ironside não inova tanto quando comparada com outras séries policiais no mercado. Isso é um fato. Mas a série nos traz algumas coisas boas, como a sua cinematografia de qualidade e a criação do personagem título que além de tem uma vibe anti-héroi que é o nova tendência da televisão, ainda é assombrado por  vários “demônios” de seu passado e isso provavelmente irá refletir em tramas mais alongadas durante a temporada para fugir do caso da semana.

No momento dessa publicação Ironside só havia saído para download no site da NBC como pré-air, portanto fica difícil avaliar se a série vai ou não ser renovada.


Masters of Sex

MASTERS OF SEX (SEASON 1)

Ao lado de The Blacklist, Masters of Sex apresentou um dos mais bem produzidos pilotos de Setembro – além de ser aquele que tem mais potencial para desabrochar em uma série com algo mais a dizer.

Apostando no talento do seu elenco (que é ótimo, diga-se de passagem), Masters of Sex mostra a jornada do Dr. William Masters (Michael Sheen) que, com a ajuda da sua assistente Virginia Johnson (Lizzy Caplan), desenvolve a principal pesquisa sobre os efeitos do sexo e da sexualidade humana. Tudo isso em plenos anos 50, quando a simples menção da palavra sexo fazia senhoras de idade corar na rua.

Por um lado, Masters of Sex faz tudo direito: apresenta bons personagens (que são bem escritos e atuados, então não parecem que são apenas atores recitando falas), faz uma recriação de época muito boa, apresenta as tramas que irá explorar nos próximos episódios e toca em feridas e em assuntos que até hoje ainda são tabus. Principalmente no Brasil.

Por outro lado, o piloto foi um pouco repetitivo sobre a importância daquela pesquisa que eles estão fazendo – a pesquisa pode ser importante, mas depois da 8ª vez que o protagonista a defende, começa a ficar entediante.

Concluindo, Masters of Sex foi provavelmente o melhor piloto do mês e deve ser o melhor da temporada. Se esse ano você só vai acompanhar uma novata, escolha essa aqui.


Na parte 2 do resumão falaremos das comédias de setembro, e no BananaCast #72 falaremos mais a fundo de todas as estreias de setembro, o programa sai no dia 10 e outubro.


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários