Especial – Afinal, quem são os Guardiões da Galáxia?

Leandro de Barros

  terça-feira, 29 de julho de 2014

Blog /// Super Kabooom Super Kabooom

Especial – Afinal, quem são os Guardiões da Galáxia?

Com o filme da equipe batendo na porta, explicamos quem são os heróis mais loucos da Marvel que você nunca ouviu falar - não se preocupe, nem a gente!

Nessa sexta-feira, estreia nos cinemas brasileiros o novo filme da Marvel Studios: Os Guardiões da Galáxia. O mesmo estúdio que fez Homem de Ferro, Capitão América, Thor e Os Vingadores, vai apresentar um novo e excitante grupo de super-heróis que não são, nem de perto, tão conhecidos como o Hulk, o Homem-Aranha ou o Wolverine.

Quer dizer, nem mesmo as pessoas que atendem pela bandeira de “nerds” faziam ideia de quem eram esses caras antes de dar uma pesquisada no Google ou ler a versão mais recente do grupo nos gibis da Marvel – Hey, não me olhe assim, eu só estou sendo honesto.

Por isso, pra você que não quer entrar no cinema sem ter a menor ideia do que esperar OU pra você que já viu o filme e quer saber mais sobre esses personagens, a gente preparou um pequeno especial sobre Os Guardiões da Galáxia pra você ficar ó ~> fera no assunto. Se você não quer saber de nada antes de ver o filme OU já viu e não tem interesse em saber mais, então nesse caso… a gente não tem nada pra você hoje. Desculpa. ¯_(ツ)_/¯

guardioes da galaxia especial 01

 

Vamos começar, ok?

A primeira coisa que a gente precisa falar sobre os Guardiões da Galáxia é que existem dois grupos dentro da Marvel com esse nome. O primeiro deles surgiu no fim dos anos 60 e era uma espécie de fusão macabra de Star Trek com super-heróis e umas doses cavalares de alucinógenos (são os cabras da imagem acima). Se tratava de uma galera que passava por altas aventuras da pesada no espaço durante o Século 31. Você não precisa saber nada sobre eles, eles não tem (quase) nenhuma conexão com os Guardiões da Galáxia que a gente vai falar sobre.

O time que vai ganhar/já ganhou filme foi criado em 2008, usando uma série de personagens que já existiam antes. O grupo foi criado pelos doutores Dan Abnett e Andy Lanning como consequência dos eventos da saga ANIQUILAÇÃO: A CONQUISTA (*raios e trovões).

Eu vou tentar explicar o que acontece nessa história de maneira simples: basicamente A Falange, uma raça de seres tecnorgânicos, está tentando conquistar o Império Kree e, para  isso, eles espalham uma infecção tecnológica nos Cavaleiros Espaciais para que eles ataquem seus inimigos e NOSSA, como isso soa estúpido quando eu escrevo.

Ok, eu vou tentar explicar de maneira mais simples. Uma raça alienígena quer conquistar a galáxia e ataca outra raça alienígena, temos algumas explosões, alguns tiros, o mal sucumbe e o bem vence no final. O que importa aqui é que um cara chamado Peter Quill, também conhecido como Senhor das Estrelas, percebe o quão vulnerável é a galáxia e que é preciso criar um grupo capaz de agir de forma mais ativa na defesa e prevenção de ameaças cósmicas.

Com esse objetivo em mente, ele recruta uma galera já conhecida do Universo Marvel e BANG, Os Guardiões da Galáxia nasceram!

Ok, agora a gente já sabe de onde saiu esse grupo, mas quem faz parte dos Guardiões da Galáxia? Como eles operam?

Bem, por sugestão do Nova (que é uma faz parte de uma organização que é uma espécie de “polícia do universo”), o Senhor das Estrelas monta a base de operações dos Guardiões da Galáxia num lugar chamado Knowhere.

guardioes da galaxia especial 02

Sim, é uma cabeça gigante flutuando no espaço. Para você entender mais ou menos o espírito do grupo, vamos falar sobre Knowhere.

guardioes da galaxia especial 03Knowhere é uma base científica que vaga pelo espaço e serve de observatório para alguns viajantes espaciais. O lugar foi feito dentro da cabeça de um Celestial morto – um Celestial é uma espécie de “deus alienígena gigante” e ninguém sabe quem matou um deles ou como isso aconteceu. Quem gerencia o lugar é um cão inteligente e telepata chamado Cosmo, que era apenas um cão normal na Terra durante os anos 60, quando foi lançado ao espaço pelo programa de exploração espacial soviético. Eventualmente a nave com o cachorro se perdeu pela galáxia e foi parar em Knowhere, onde ele acabou sofrendo algumas mutações, desenvolveu uma inteligência e poderes telepáticos e passou a servir como chefe de segurança do lugar.

Guardiões da Galáxia é isso. É completamente louco, pirado e bizarro, mas mantém sua lógica peculiar dentro de toda essa loucura, piradice e bizarrice. É o tipo de história que vai quebrar o conceito que você tem de super-heróis e se esforçar para ser o mais surpreendentemente louco possível e, a única coisa que eles vão pedir, é que você embarque nessa jornada de loucura, mas com um monte de diversão e ação.

Ok, explicada a origem do grupo e o que ele é, mas falar de quem faz parte dessa bagunça. Apesar de alguns outros membros já terem participado dos Guardiões da Galáxia (incluindo o Homem de Ferro e a Angela numa fase recente dos quadrinhos da Marvel), os mais famosos membros do grupo são aqueles que aparecerão nos filmes: O Senhor das Estrelas, Drax o Destruidor, Gamora, Rocket Raccoon e Groot.

guardioes da galaxia especial 05Peter Quill é um meio-humano, meio-alien, meio-mussarella, filho de uma mãe humana e um pai alien. Com o padrasto e a mãe morrendo enquanto ele ainda era bem jovem, Peter acaba parando num orfanato, de onde ele foge para se tentar se tornar um astronauta na NASA. Um dia, enquanto estava numa estação espacial, Peter e seus colegas são visitados por um alienígena chamado Mestre do Sol, que oferece a chance de um deles se tornar o Senhor das Estrelas. Peter se oferece pro cargo, mas é rejeitado e vê um colega safado, sem vergonha ser escolhido no seu lugar. Indignado, ele rouba uma nave e o manto do Senhor das Estrelas porque VACILOU PERDEU PLAYBOY, NO ESPAÇO OU NA QUEBRADA, MERMÃO. Em todo o caso, existe muito mais sobre a história do cara, o pai dele, a mãe e tudo mais, mas a gente não vai contar porque: 1) não é relevante agora e 2) spoilers pros próximos filmes da Marvel. Sua história no Universo Marvel é bem curiosa, já que ele foi criado por Steve Englehart nos anos 70, mas nunca serviu ao seu “propósito original”. O autor queria um personagem que fosse um “babaca no espaço” e que, aos poucos, fosse desenvolvendo um pouco mais de conhecimento cósmico enquanto o autor tinha a chance de explorar seu interesse por astrologia nos quadrinhos. Porém, ele saiu da Marvel antes que pudesse completar seu plano e o Senhor das Estrelas acabou ficando como “babaca no espaço” em várias histórias da Casa das Ideias até eventualmente criar os Guardiões da Galáxia.

Drax e Gamora

Drax e Gamora

Drax, o Destruidor era originalmente um humano chamado Arthur Douglas, cuja família foi morta por Thanos quando ele passeava pela Terra. Seu espírito é salvo por Kronos, avô de Thanos, e realojado num novo corpo super-poderoso com o propósito de obter vingança pela morte da sua família. Nasce assim Drax, o Destruidor, uma força de destruição e caos que não vai parar até enfrentar e matar Thanos. Como você já deve ter percebido, essa não é exatamente a origem de super-herói mais inspirada da Marvel e deve sofrer algumas mudanças na sua versão cinematográfica, mas o básico deve ficar: maníaco destrutitvo atrás de vingança pela morte da família. Além de super-força, super-resistência e outros poderes “normais” de super-heróis, Drax originalmente tinha a habilidade de atirar raios de energia pelas mãos, mas acabou perdendo essa capacidade nos gibis e provavelmente não terá essa habilidade no filme.

Gamora é mais uma personagem dos Guardiões da Galáxia com ligação com Thanos. Ela é a última de uma espécie alien chamada de Zen Whoberi, que foi aniquilada quando ela era um bebê. Thanos a encontrou e criou como se ela fosse sua filha, para que ela se tornasse uma perigosa e mortal assassina. Quando adulta, ela ficou conhecida como “a mulher mais mortal da galáxia” e eventualmente acabou entrando em conflito com o seu pai adotivo, ajudando os Vingadores a lutar contra Thanos mais de uma vez. Entre seus poderes estão força sobre-humana, velocidade e agilidade, além do treinamento marcial que recebeu.

Rocket e Groot

Rocket e Groot

Com o potencial de ser a grande estrela dessa fase dos filmes da Marvel e inspirado por uma música dos Beatles, Rocket Raccoon é um guaxinim falante com a personalidade mais… er, agradável que você vai conhecer. Oriúndo do planeta Halfword, Rocket foi geneticamente modificado para ganhar inteligência à nível humana (mas mais recentemente nos quadrinhos ele ficou uma espécie de super-gênio). A ideia do planeta é que ele seja uma espécie de super-hospício, onde os animais são modificados para que possam cuidar dos pacientes dementes. Rocket foi criado nos anos 70 e participou de apenas algumas histórias até mais ou menos o começo dos anos 90, para depois ressurgir como um pirata espacial naquela saga que a gente mencionou no começo. Ele não tem poderes, mas é um grande estrategista militar, ter muitos conhecimentos em naves espaciais e ser um ótimo atirador, além de sofrer de um grave caso de transtorno obsessivo compulsivo e saber palavrões em dezenas de idiomas alienígenas.

Originalmente um alienígena que invadiu a Terra para estudar os humanos e lutar contra o Hulk, Groot passou por um reboot nos quadrinhos e se tornou membro de uma raça de alienígenas super-inteligentes que parecem árvores gigantes chamada Flora Colossus. Uma das características dessa raça é ter laringes tão duras que sua linguagem é praticamente indecifrável para as outras raças e tudo que eles falam tem o mesmo som da frase “I am Groot”. Assim, basicamente, tudo que o Groot fala é “I Am Groot”. Após matar um dos membros da sua raça, Groot é exilado do seu planeta e acaba se envolvendo com o Senhor das Estrelas durante os eventos do arco Aniquilação: A Conquista, onde fica amigo pessoal de Rocket Raccoon. Seus poderes, além de uma óbvia super-força, envolvem manipulação do seu corpo, podendo ficar gigante ou reconstruir partes que tenham sido cortadas.

Ok, tudo muito bonito e legal, mas eu quero ler algumas HQs desses caras. O que eu leio?

Bom, para começar, a gente recomenda obviamente a saga que deu origem a tudo isso: Aniquilação: A Conquista.

Guardiões da Galáxia de Brian Michael Bendis - com o Homem de Ferro!

Guardiões da Galáxia de Brian Michael Bendis – com o Homem de Ferro!

O evento não exige muito conhecimento prévio do universo Marvel, já que basicamente apresenta todos esses caras pro público (já que eles já existiam, mas não eram propriamente conhecidos).

O único problema é que Aniquilação: A Conquista foi lançado no Brasil pela Panini já há mais ou menos 5 anos, então será bem difícil encontrar cópias da história em livrarias ou lojas especializadas. A sua melhor chance será procurar em sebos .

Além disso, a gente também recomenta a versão atual da revista dos Guardiões dentro do selo Marvel NOW. Escrita pelo fantástico Brian Michael Bendis, a revista é o mais próximo do filme da equipe que você poderia pedir, contendo a mesma formação e o mesmo clima da versão cinematográfica. No Brasil, ela é publicada pela Panini dentro do mix Universo Marvel, mas você também pode procurar pela versão em inglês no Comixology.

Uma boa indicação que não é sobre os Guardiões da Galáxia, mas um material parecido é Firefly. A famosa série de TV de uma temporada só de Joss Whedon (que é diretor de Os Vingadores e Os Vingadores 2, olhaí!) tem muitos elementos em comum com o filme dos Guardiões e com as HQs do time.

O seriado conta a história de uma tripulação de piratas espaciais que viaja pelo universo na vida clandestina de pirataria enquanto tenta se manter longe das garras da Aliança, um governo imposto sobre vários planetas da galáxia. O líder da tripulação é o Capitão Mal Reynolds, um ex-veterano de guerra que entra pra vida da pirataria para poder manter sua vida longe do poder e do domínio da Aliança.

Apesar de não ter sinopses parecidas (e, honestamente, várias diferenças  principalmente no que as duas querem ser enquanto histórias), as semelhanças entre Firefly e Os Guardiões da Galáxia estão no humor entre as duas obras e muito como as duas produções enxergam seus próprios mundos e mitologia. Portanto, se você curtiu Os Guardiões da Galáxia, dê uma chance para Firefly. Se não curtiu, também. Se ainda não viu o filme, veja Firefly porque Firefly nunca é demais.

firefly

Sobre » Super Kabooom

É um pássaro? É um avião? Não, é o Super Kabooom, o blog de quadrinhos do Supernovo. Além de usar recursos textuais mais antigos do que a cueca vermelha do Superman, esse blog trará a iluminação para os fãs da Nona Arte. Se a sua alma quadrinesca precisa de salvação, esse é o lugar certo (espero).


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários