Analisando o visual do Coringa de Jared Leto e de onde vieram suas tatuagens

Leandro de Barros

  segunda-feira, 27 de abril de 2015

Blog /// Super Kabooom Super Kabooom

Analisando o visual do Coringa de Jared Leto e de onde vieram suas tatuagens

Analisamos a primeira imagem do Coringa e tentamos aprender um pouco com o que ela nos diz

Com a óbvia exceção de você não viver no planeta Terra ou não ter tido acesso à Internet nos últimos dias (ou simplesmente não se importar), você deve ter visto o visual do novo Coringa, interpretado por Jared Leto.

O personagem dará as caras pela primeira vez nos cinemas no ano que vem, como um dos personagens principais de Esquadrão Suicida, filme da DC e da Warner Bros.

O visual foi divulgado pelo diretor David Ayer no Twitter e, claramente, causou muita polêmica. Abro aqui um espaço para dizer que qualquer visual do Coringa causaria polêmica porque, bem… é o Coringa, um personagem de 75 anos que cada pessoa possui sua visão particular sobre ele.

Apesar de não sermos normalmente adeptos da ideia de “analisar” coisas antes do lançamento oficial dos filmes/séries e afins, dá para abrir aqui a exceção com o Coringa já que alguns elementos do seu visual são analisáveis por conta própria: as tatuagens.

Provavelmente o elemento de maior polêmica no corpo do vilão, essas tatuagens possuem significados que já podemos entender, embora deverão ser melhor explicadas (e com mais significados!) dentro do filme.

Vamos lá então:

joker

1 – As mãos: temos algumas coisas a se falar sobre as mãos do Coringa, que pouco se notou ultimamente. Mãos simbolicamente tem a ver com atividade, energia, expressão, mas não sabemos bem o quanto isso foi considerado na hora de compor o novo Coringa. A mão direita está escondida sob uma luva roxa (caso essa imagem seja exclusivamente comemorativa dos 75 anos do personagem, pode ser uma menção às famosas luvas do vilão). Enquanto isso, a mão esquerda possui um anel rosa e uma tatuagem. Perguntei para algumas pessoas e elas disseram ver um “olho” ali, embora eu vejo mais uma boca aberta. Por que ele esconde uma mão e mostra a outra? Será que ele não quer mostrar o que está na mão direita ou ele quer evidenciar o que está na esquerda? Também não dá para saber direito de onde vem o anel ou seu formato.

2- Cicatrizes: O Coringa de Jared Leto tem algumas cicatrizes pelo corpo. Segundo alguns rumores, ele é uma das poucas pessoas que já deu de cara com o Batman do Ben Affleck – e, no caso, pôde “interagir” com o Batman. Essa seria sua utilidade para o Esquadrão Suicida no longa. Essas cicatrizes parecem ser a marca disso.

3- Tatuagem no bíceps direito: Essa tatuagem parece ser de um pássaro morto/caído. Mais precisamente o “pisco-de-peito-ruivo”, que é o pássaro que dá nome para o Robin, sidekick do Batman. Ainda segundo alguns rumores sobre Batman vs Superman, o Cavaleiro das Trevas terá um parceiro que foi morto em ação. Nas HQs, o Coringa já matou um dos Robins e isso poderia ir para os cinemas – afinal, qual o melhor jeito de torturar o Batman do que tatuar no corpo o fato de ter matado o seu parceiro? Honestamente, se for isso mesmo, é uma das coisas mais fortes do novo visual do Coringa.

4- Os dentes: Outra coisa que também chamou bastante atenção. Os dentes desse Coringa são todos… reformados. Com algum tipo de metal ele reconstruiu toda a frente da parte de baixo da sua boca e também colocou coroas nos dentes da parte de cima. Não é raro ver isso em membros de gangues nos EUA (apesar que normalmente fazem com ouro) – e todo o aspecto desse Coringa evoca membros de gangues americanas – mas também pode ser resultado dos seus encontros com o Batman, como as cicatrizes citadas acima.

5- As tatuagens de risada: Bom, é o Coringa, certo? Ele dá risada, é sua marca registrada. Existem duas tatuagens de risadas diferentes, as duas com fontes diferentes e que não possuem uma semelhança exata com alguns momentos dos quadrinhos. As imagens mais icônicas que parecem a fonte dessas risadas são os “hahaha” de A Piada Mortal, Joker (do Lee Bermejo) e Asilo Arkham (de Grant Morrison) – três momentos de bastante loucura do Coringa, onde o tema principal das suas ações pode ser visto justamente como insanidade. E na Joker ele ainda é bem… criminoso, no sentido mais tradicional, de brigar por territórios em Gotham e coisas do tipo.

6- Damaged: Essa é talvez a tatuagem mais polêmica de todas. Apesar do Coringa sempre assumir sua loucura, ele dificilmente faz o tipo que precisa de algum tipo de auto-afirmação externa sobre ela. Ele é louco e vai admitir que é louco, mas você não vê ele correndo por aí dizendo “olhem para mim, vejam como eu sou louco” – e uma tatuagem “damaged” (quebrado, machucado) na sua cabeça é muita coisa, menos sutil. A não ser… bom, que seja uma ironia. Todas as tatuagens, a reforma nos dentes e sua aparência por um todo, além das suas ações, já dão a certeza que se trata de alguém insano – algo que ele não tem problema em assumir inclusive gravando na pele. O damaged ganha ares de redundância, mas é importante notar que é numa fonte diferente da que ele usa nas risadas.

Como se trata do Coringa, a gente pode assumir que as risadas são dele (e, apesar de serem duas fontes de riso diferentes, elas compartilham algumas características, são meio que parecidas. Porém, a fonte cursiva do “damaged” é tudo, menos do Coringa. É como se fosse a impressão de alguém, um “selo” que ele recebeu ou uma “avaliação”. É definitivamente uma impressão de outra pessoa gravada na sua pele e talvez a gente descubra mais sobre isso no filme.

7- As cartas: O Coringa tem um “pôquer” tatuado no seu pescoço. O pôquer, ou quadra, é quando você tem 4 cartas iguais numa rodada – no caso do vilão, quatro ases. Embaixo das cartas vem a mensagem “All in”, ou seja, ele está apostando tudo. Além da óbvia referência a baralhos (Coringa, curinga), o pôquer pode sinalizar algumas coisas. Não é a sequência mais forte do jogo, mas é a mais famosa (e também a que dá nome ao Poker) e mostra que ele está apostando tudo, sem blefes ou truques. Além disso, no pôquer se joga com 5 cartas (2 na mão e 3 na mesa) e ele tem quatro ases tatuados – a quinta carta é o curinga.

8- Tatuagens que não podemos ver: além das que podemos ver facilmente, o Coringa ainda tem algumas que aparecem “cortadas” por aí. Uma na barriga parece ser uma versão estilizada da palavra “Joker”, mas não dá pra saber com certeza. Ele também parece ter um S e um Y na parte mais lateral das costas, com as duas letras sendo as últimas de duas palavras. Não dá para ter certeza do que elas significam, mas as teorias mais populares na Internet é de que sejam “Chaos Only” (Apenas o caos, em tradução livre) ou “Harley’s Only” (Só da Harley, também em tradução livre).joker jared leto 2

Por fim, ainda vale a pena citar algo legal, embora seja mais uma teoria da minha parte. Com todos esses dentes reconstruídos, podemos ver que o Coringa acabou “perdendo” o seu sorriso. Tanto é que ele não sorri nessa imagem, mesmo estando com a mesma pose que a clássica imagem de A Piada Mortal.

joker sorrisoWhy so serious? Bom, é importante fazer notar que ele tem duas tatuagens de “bocas” pelo seu corpo. Uma já citada na sua mão esquerda e outra no seu antebraço direito e as duas parecem ter o tamanho exato para substituir uma boca de verdade, além de serem “realistas” o suficiente para isso.

Olha se não ficaria uma coisa muito assustadora o Coringa com o braço na frente do rosto.

Pensamentos finais

Bom, é inegável que se trata de uma interpretação diferente do Coringa. Não poderia ser diferente: tanto Jack Nicholson, quanto Heath Ledger foram icônicos no papel do Principe Palhaço do Crime, cada um seguindo um caminho do que o Coringa poderia ser. Jared Leto está numa missão muito difícil substituindo esses dois e precisa de uma interpretação única do vilão para se destacar.

Essa será bem única, sem dúvidas.

Poucas coisas são tão assustadoras quanto um maníaco com uma faca na mão e esse Coringa é bem maníaco. Não existe algo como “o Coringa dos quadrinhos” porque o personagem é uma metamorfose ambulante nos gibis – impossível ser diferente em 75 anos – e esse explora alguns pontos importantes da iconografia e da mitologia do vilão.

Considerando o que a gente já ouviu de rumores sobre o Esquadrão Suicida e Batman vs Superman + essa imagem do Jared Leto, eu interpreto esse Coringa como uma versão um pouco mais fisicamente maníaca do que o Coringa do Heath Ledger (esse, apesar de uma personificação do caos, era mais fisicamente contido), mas ao mesmo tempo tão criminoso quanto o de Jack Nicholson.

Qual a sua opinião?

Sobre » Super Kabooom

É um pássaro? É um avião? Não, é o Super Kabooom, o blog de quadrinhos do Supernovo. Além de usar recursos textuais mais antigos do que a cueca vermelha do Superman, esse blog trará a iluminação para os fãs da Nona Arte. Se a sua alma quadrinesca precisa de salvação, esse é o lugar certo (espero).


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários