Algumas coisas que você precisa saber sobre games online

Leandro de Barros

  terça-feira, 30 de julho de 2013

Algumas coisas que você precisa saber sobre games online

Com o crescimento da comunidade de e-sports e com alguns novos jogos online, vivemos uma boa oportunidade para começar a se aventurar em games multiplayer. Mas, antes disso, veja aqui algumas pequenas dicas na hora de começar a jogar

Há alguns dias, nós vimos o governo norte-americano classificando o game League of Legends como um esporte. Essa mudança agora permite que jogadores de LoL possam se candidatar a receber vistos de trabalho para jogar em equipes profissionais nos EUA. Ao mesmo tempo, rolava no Brasil o CBLoL, o Campeonato Brasileiro de League of Legends.

E esse é apenas um game que é reconhecido como esporte (e são vários!). E jogar competitivamente é apenas uma das maneiras de se jogar um game online (e são várias!).

Se você está com vontade de enveredar pelo mundo dos jogos online, mas ainda tem aquele receio de mergulhar de cabeça nesse mundo, nós separamos algumas dicas/informações que você vai precisar.

Pega aí o refrigerante e vamos dar uma olhada nisso.

Online 02

Você já jogou online e não sabe

Originalmente, eu pensei em chamar esse texto de “O guia para os novatos em jogos online”. Depois de pensar um pouco eu percebi que, a não ser que vossa senhoria que me lê tenha 5 anos ou 50, é bem improvável que você nunca tenha jogado online.

Nessa era muito louca em que vivemos, praticamente TODO jogo tem um componente online, isso se ele não for feito exclusivamente para se jogar na Internet. E você nem precisa ser um hardcore pra ter experimentado esse tipo de jogatina! Ou vai dizer que você nunca tentou um desses joguinhos de redes sociais?

Não importa o seu nível de interesse por video-games, não importa a sua plataforma e não importa o seu gosto pessoal: se você não for membro de uma comunidade Amish, você já jogou online alguma vez na sua vida. E vai fazer novamente em breve!

Então, não tenha medo, pois existem jogos para todos os gostos e níveis de dedicação, desde RPGs em mundo bem construídos até joguinhos de lutinha ou de futebol, passando por games de redes sociais.

Fique tranquilo: seu computador não vai explodir! (acho)

Esse é um receio bem comum de quem não tem o hábito de jogar online. De alguma forma, criou-se a impressão que juntar video-games e Internet poderia criar elementos explosivos capazes de destruir toda a ~rede mundial de computadores! É uma surpresa constatar como ainda estamos vivos com tanto perigo por aí!

Pior que isso: e os hackers? Muita gente que nunca jogou online acha que ao virar alguma esquina digital, irá entrar em um beco virtual, com hackers malvados que irão perguntar: “Hey, garoto, quer comprar um cajado de fogo +5?” e quando eles acordarem no dia seguinte, terão tido o rim arrancado e vendido no mercado negro.

Não é bem assim que funciona, amigos. Normalmente, eles preferem o fígado.

Apesar de ser bem mais complexo do que isso, aqui vai uma explicação simples de como funciona um jogo online. Basicamente existe você e o servidor do jogo. Servidor é como se fosse uma sala onde vossa senhoria e os outros jogadores se reúnem. Para chegar até lá, é preciso conectar o seu computador (ou o seu video-game) nessa sala, através da Internet.

Portanto, seu computador está conectado ao servidor do game (que por sua vez é mantido por uma empresa) e não tem como nenhum outro jogador ter acesso à sua máquina, já que não há esse tipo de função dentro do jogo e os administradores dos servidores monitoram esse tipo de atividade.

Mas seu dr., eu conheço um amigo que teve a conta de um desses joguinhos online e teve a conta hackeada, depois fez um vídeo chorando no Youtube“.

Meu jovem, não existe sistema de segurança à prova de falhas por algo chamado elemento humano. Toda vez que tem uma pessoa envolvido, há grandes chances de alguma coisa dar errada . De nada adianta ter um cofre de última geração se você usa 1234 como senha, certo?

A absurda maioria desses tipos de casos acontece porque a vítima acaba deixando a sua conta logada em algum computador público ou aceita algum tipo de arquivo de estranhos, que então fornece o acesso do computador à alguém mal-intencionado. Mais do que tudo, a sua segurança online depende de você – não só nos games como em tudo! Se você joga com segurança, estará seguro.

Online 01

50% da experiência depende da comunidade

Partindo do princípio de que os jogos online existem justamente para adicionar um elemento de multiplayer nessa aventura muito louca, é fácil dizer que 50% da experiência de se jogar online depende da comunidade com quem você joga. Os outros 50%? Já falaremos sobre isos.

O que é a “comunidade”? Basicamente, é quem joga com você. Se os doutores e doutoras que me lêem costumam jogar esses games de redes sociais com os amigos, então eles são a comunidade. Se costumam jogar algumas partidas de futebol no console de mesa, então os adversários são a comunidade. Se preferem um RPG imersivo, quem joga com você é a comunidade.

Por serem aqueles que jogam ao seu lado, achar a comunidade certa é muito importante pra sua experiência online. Não tenha medo de experimentar, testar e avaliar alguns jogos até achar o lugar onde você se encaixa melhor.

Também não hesite em pesquisar bastante antes de entrar em um jogo, até mesmo para entender os termos específicos (cada jogo tem quase um vocabulário próprio) e facilitar o seu ingresso nessa comunidade. Há uns dias eu fui ver uma partida online de um MOBA no Youtube, com narração. Em determinado momento, os narradores disseram que “o jogador 1 estava campando um adversário enquanto um terceiro jogador estava descendo pela top lane”. Não faço a menor ideia do que isso significou na hora, mas quem estava comentando no vídeo achou fantástico. É mais fácil pesquisar um pouco antes pra não ficar meio perdido.

Os outros 50% são a sua conexão

Ok, então você foi lá, venceu seus medos, descobriu o jogo que faz o seu estilo, se preocupou com a sua segurança e acho uma galera pra jogar com você. Está tudo perfeito? Ainda não.

Se 50% da sua experiência é a comunidade, os outros 50% são a sua conexão à Internet. Não adianta nada ter tudo certinho, se o seu jogo está cheio de lag e você não consegue entender nada que está acontecendo.

Online-03Lembra que eu expliquei que o seu computador (ou video-game) se conecta ao servidor do game pra poder jogar? Quando essa conexão é feita, começa um processo de troca de informações. Basicamente, o servidor do game envia à sua máquina as opções do jogo e a sua máquina envia de volta as decisões que você tomou. Se a conexão não tiver uma boa velocidade de ping (que é essa troca de informações!), então ocorre o lag e você não consegue jogar como deveria.

Pode também acontecer da sua conexão até ter uma boa velocidade de ping, mas a sua estabilidade ser ruim por não suportar tanto tráfego de informações assim. Provavelmente não há nada pior em termos de jogos online do que a Internet “cair” no meio do jogo.

Por isso, você precisa focar em dois aspectos na hora de escolher um plano de banda larga: a velocidade de ping e a estabilidade. É por isso que nós indicamos a banda larga da GVT.

A empresa possui vários planos de Internet banda larga no Brasil, indo de 15 Mega até 150 Mega, com uma ótima estabilidade e entrega das velocidades de download e upload contratadas. Além da Internet, eles também possuem combos com pacotes que incluem TV por assinatura e telefone. Isso sem falar que os caras possuem um serviço de apoio muito bom e foram eleitos como o melhor provedor de Internet do Sudeste nesse ano.

E pra você que quer começar nesse mundo de jogos online, a GVT ainda fica mais interessante quando descobrimos que eles tem uma parceria com a Blizzard, desenvolvedora de World of Warcraft (o MMORPG mais conhecido do mundo). Os clientes da banda larga GVT tem direto ao pacote Battle Chest de World of Warcraft – que inclui o jogo base mais as expansões Burning Crusade e Wrath of Lich King, além do primeiro mês de assinatura de graça.

Basicamente, você ganha o jogo e duas expansões de graça e ainda tem 30 dias pra testar e ver se gosta. Se curtir, ainda tem um desconto na mensalidade do game, exclusivo para clientes GVT.

Para saber mais sobre a GVT, visite o site. Para saber mais sobre a oferta de World of Warcraft, acesse: https://www.gvt.com.br/wow/.

publi


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários