Vamos ver o que dá para concluir do trailer com gameplay de GTA V

Leandro de Barros

  quarta-feira, 10 de julho de 2013

Blog /// 8Bits 8Bits

Vamos ver o que dá para concluir do trailer com gameplay de GTA V

Com um pouco de calma depois do buzz inicial, demos uma olhada mais cuidadosa no trailer com gameplay de GTA V

A Rockstar liberou ontem o primeiro vídeo com um pouco de gameplay de Grand Theft Auto V, algo que já era aguardado por fãs da série há algum tempo.

Agora que o vídeo já está aqui e podemos dar uma olhada com mais calma, vamos falar sobre o que dá para concluir desse trailer. Vamos lá?

Trocar de personagem durante as missões

Como já explicado antes, GTA V terá três protagonistas: Michael (um ex-ladrão de bancos que sofre com a crise da meia-idade), Franklin (um jovem do gueto querendo algo mais pra vida) e Trevor (um locão de dorgas). Durante as missões do game, o jogador poderá controlar os três personagens, que realizarão funções diferentes.

No exemplo mostrado no vídeo, temos um sequestro de um executivo que está em um prédio chique. Michael entra pela janela, enquanto Franklin dá um suporte de sniper à distância e Trevor pilota o helicóptero de fuga. O vídeo mostra o jogador trocando entre os personagens pra cumprir as tarefas dessa missão.

A “dúvida” que fica é o quão opcional essa função será. O jogador poderá escolher fazer essa mesma missão só com o Michael ou será “obrigado” a jogar com todos os três personagens?

Ligando o especulômetro, dá para esperar por algumas missões que sejam “obrigatórias” com alguns personagens (questões pessoais) e também dá pra vislumbrar a possibilidade da Rockstar colocar alguns side-quests que nascem de ações tomadas em outras missões com personagens diferentes. Por exemplo, imagine que numa certa missão, há a possibilidade de controlar algum dos protagonistas e, nesse momento, realizar uma ação que tenha consequências em outras ações (por exemplo, matar alguém e depois ter uma missão que seja de vingança contra o jogador ou salvar alguém e ganhar uma missão de agradecimento).

Os extras legaizinhos

O trailer também mostrou que o jogador terá muito o que fazer em Los Santos enquanto vaga entre missões da trama principal. No novo GTA V, poderemos comprar e personalizar carros, motos, bicicletas, andar de avião, jogar tênis e golfe, passear de barco, mergulhar no oceano, caçar animais e mais uma boa quantidade de pequenos jobs que não foram mostrados.

Esse tipo de conteúdo é o que eu gosto de chamar de “extras legaizinhos”. São aqueles detalhes que acabam mantendo o jogador com o game funcionando mesmo quando se chega naquela parte mais chata de todo jogo, quando não dá muita vontade de prosseguir. Aconteceu muito comigo no saudoso GTA San Andreas. Às vezes eu não queria avançar, às vezes não conseguia. Eu aproveitava esses momentos então para dirigir alguns táxis, travar lutas aéreas com o exército e outras atividades mais leves.

Essas novas atividades de GTA V obviamente estarão ligadas em algumas missões, mas é interessante de se ver e algo legal para complementar o jogo.

Acho que ainda não custa citar as ligações do trailer com outros jogos da franquia. Como Los Santos também está presente em San Andreas, é bem legal ver algumas ligações entre os dois games, principalmente nas roupas na cidade e nessa imagem da gangue de San Andreas:

gta-v-3

Um tiro mata

Parem alguns segundos para refletir nesse gif abaixo, retirado do vídeo que a Rockstar exibiu ontem:

gra v 1 gta v 2

Uma das coisas que me chamou a atenção nesse trailer de GTA V é a boa e velha máxima de “1 tiro mata”. Ok, um único tiro talvez seja um exagero da minha parte, mas veja como o jogador consegue se livrar dos inimigos sem precisar descarregar um pente inteiro de balas em cada um.

Mesmo com o receio de iniciar uma flame war desnecessária, eu abrirei uma pequena comparação entre esse trailer e o game Saints Row The Third. Eu adoro Saints Row e achei o game do ano passado um dos produtos mais divertidos do ano na indústria. Porém, algo que me chateou um pouco foi a resistência sobre-humana dos inimigos, que tomavam balas como se fossem o Superman  – aproveito pra explicar que eu SEI que a ideia era justamente essa, para criar confrontos mais exagerados, como tudo no game. Mesmo assim, eu não gostei muito disso.

Com esse vídeo de GTA V, dá pra ver essa intenção em deixar menos exagerado (diria até mais realista), onde uma ou duas balas bem colocadas já servem para colocar o inimigo no chão. Em termos de gameplay, o que isso significa?

Pelo vídeo, um combate mais fluído e veloz, além da necessidade de usar melhor as coberturas (vento que venta lá, venta cá também). Em termos de formação de inimigos, imagino que a Rockstar possa sobrepor essa aparente facilidade em se livrar de capangas com mais capangas por confronto – ao invés de 3 caras que exigem 5 balas pra cair, o game pode apresentar 6 caras que pedem por 2 balas, por exemplo.

Um outro ponto que dá pra mencionar sobre o combate do game é que nós agora teremos de ter em mente o barulho que fazemos em combate. Olhe esse gif abaixo, onde o barulho do tiro aparece no mini-game:

Gta v 5

Por fim, ainda vale mencionar a agilidade e fluidez da mira do jogo, como dá ver nesse gif:

gta v 7

Tudo bem que ele provavelmente foi “gravado” com alguém experiente ou usando algum tipo de programação, mas se funcionar assim pros jogadores, será ótimo.

Money talks, bitch!

Outro aspecto que me chamou muito a atenção nesse trailer: a presença do dinheiro no game. Para começar, o trio de protagonistas não pretende vencer na vida como CJ, por exemplo, que tinha uma gangue. Estamos falando de um grupo que comete roubos em Los Santos, algo que deverá ser o grande foco do título. Esses caras estão atrás de dinheiro, cada um pelo seu motivo (um pra superar a crise da meia-idade, outro pra sair da vida ruim que tem e o terceiro porque é meio maluco).

Com isso, a Rockstar parece ter construído um conjunto de sistemas que farão esse dinheiro ter efetivamente peso no jogo (cansei de jogar com o CJ tendo milhares de dólares no bolso, onde eu podia comprar e personalizar os carros que queria sem nem sentir que tinha gasto muito dinheiro ali pra destruir na próxima curva).

Acho que o grande destaque dessa parte do game seria a possibilidade de comprar ações de empresas no game. Num primeiro momento, chego a pensar que talvez esse recurso seja simplesmente uma versão melhorada das empresas que podíamos comprar em GTA Vice City (a produtora pornográfica, a balada, etc) que geravam uma quantidade X de dinheiro e podíamos ir coletar regularmente.

Porém, imagino que vendo o que foi feito em GTA IV, dá para presumir outras funções aí Quem lembra de um recurso em San Andreas, onde a cidade era dividida em territórios, que eram dominadas por gangues diferentes?  CJ, como membro de uma gangue, podia andar tranquilamente nos territórios dominados por ele, mas era atacado quando viajava por outras partes da cidade. Esse sisteminha funcionava para que o jogador pudesse “conquistar” a cidade. Porém, nós não estamos mais nos anos 90 e, para retratar a dominação da cidade, o que melhor do que através do mercado de ações?

Talvez nós possamos comprar e vender ações para mudar o balanço de poder na cidade (imagine uma “gangue” que possua cinco empresas; se o jogador compra 2 delas e vende para uma rival, a gangue perde poder e isso pode facilitar uma missão que seria difícil caso essa organização tivesse seu poder completo), talvez nós possamos especular e derrubar adversários ou se infiltrar em alguns lugares para roubar informações sobre o mercado.

Por fim, o multiplayer

Os mais entendedores vão dizer que já existiam alguns mods do Sete-Peles que permitia jogar GTA: San Andreas online com a galera. Agora, GTA V terá um modo multiplayer oficial, como vimos no trailer.

Não há grandes informações sobre ainda e o vídeo também não mostra muito, exceto que a galera vai jogar provavelmente tudo junto ao mesmo tempo. Como? Quando? Por quê?

Nos meus sonhos mais selvagens, esse modo multiplayer seria como um MMO. Los Santos, o cenário da campanha, seria o mapa e cada jogador teria seu personagem ali, podendo formar gangues, grupos e realizar todo o tipo de missão que GTA permite.

Mas esses são os meus sonhos mais selvagens.

Numa versão mais realista, eu chuto alguns tipos de jogo como as tradicionais partidas Deatchmatch, as rouba-bandeira e outras coisinhas do tipo, só que dentro da engine de GTA V e, provavelmente, com o cenário do jogo. Talvez algumas missões do tipo “Time 1 precisa entrar e roubar algo e o Time 2 tem que defender”.

Fora isso, a única “pista” que temos é uma imagem do Reddit, que mostra 14 jogadores ao mesmo tempo no modo multiplayer exibido no trailer – veja o minimapa. Seria esse número o limite de jogadores por partida?

gta v 6

Além disso, reparem nesse print screen do modo campanha do jogo. Existem quatro slots de personagem na parte inferior direita da tela – um para Michael, um para Trevor e um para Franklin. Quem ficaria com o quarto slot? Seria um lugar para personagens que colaboram em algumas missões na campanha ou talvez o jogo terá algum tipo de integração online, onde um amigo poderia surgir e ocupar aquele quarto lugar?

gta-v-4

Por fim, ainda há a possibilidade dos roubos. Aparentemente, o jogador poderá planejar roubos dentro do game – já que os personagens são ladrões. Essa função por si só já é bem interessante, mas e se o multiplayer tiver ligado nisso também? Planejar um roubo e colocá-lo online, para várias pessoas tentarem executar ao mesmo tempo – ou um time executando e outro tentando impedir?

E você, amigo leitor? O que achou do trailer com gameplay de GTA V?

Sobre » 8Bits


Já está nos seguindo no Twitter e no Facebook? Vem trocar uma idéia com a gente também no Botecão do Jack, nosso grupo no Facebook. Se quiser algo mais portátil, corre pro Telegram.

Comentários